Faça você mesmo: quatro tendências em decoração para 2018

Faça você mesmo: quatro tendências em decoração para 2018

Ano terminando, ano começando. Nessa virada de ciclos, é comum fazer alguns balanços sobre os tempos que passaram, se desfazer de coisas que já não servem mais e, claro, planejar os meses que vêm pela frente. É um ótimo momento também para repensar a decoração dos seus ambientes, não somente sua casa, mas seu escritório e os demais locais que você frequenta. Cansado daquela estampa da cortina? Ou quem sabe da cor das paredes do seu quarto? Dos mesmos souvenirs sobre a mesa de trabalho? É hora de repaginar!

 

Mas, antes de pensar que isso gerará muitos gastos, temos uma boa notícia! Entre todas as tendências de decoração para 2018, uma chama mais atenção: o artesanato. Se o Do It Yourself (DIY) já era favorito, no próximo ano sua popularidade aumentará, não somente pela estética, mas por fatores como a economia sustentável e personalização. Então, nada mais interessante do que reunir as maiores trends decorativas para o próximo ano em torno do movimento “Faça Você Mesmo”. Você mesmo pode decorar seus ambientes em grande estilo, reaproveitando elementos, personalizando objetos e, claro, economizando (tempo e dinheiro).

 

Jardins particulares: terrários para se conectar com a natureza

Estar conectado à natureza também será tendência em 2018. Sim, os elementos naturais permanecem como ótimos aliados da decoração e como uma ótima forma de exaltar o meio ambiente, mesmo no meio da selva de pedra. Os jardins particulares aparecem as estrelas dessa conexão, principalmente no formato de terrários: os preferidos de quem não tem muito espaço para manter as plantinhas favoritas.

 

Fazer e manter seu próprio jardim é muito simples, o mais importante é mantê-lo sempre em local bem iluminado, para garantir o bom desenvolvimento das plantas. É perfeito para ornamentar salas de estar, sacadas e até home offices. Quer criar o seu agora mesmo? Então, separe os seguintes itens: recipiente de vidro ou acrílico reciclável; minissuculentas (são muitas as opções disponíveis, você pode optar pelas de sua preferência); pedriscos; terra vegetal; pá de jardinagem. Tudo pronto? Agora, acompanhe o tutorial.

 

Faça você mesmo

 

 

  1. Faça uma pequena camada de pedriscos no fundo do recipiente de vidro, com cerca de 3 a 5 cm de espessura. As rochas criarão um lugar para a drenagem de água em excesso. Os pedriscos em branco fazem um contraste bacana com a terra, mas você pode optar pela cor que preferir.
  2. Adicione uma quantidade de terra vegetal suficiente para plantar. O ideal é que tenha cerca de 5 a 8 cm de profundidade.
  3. Plante as minissuculentas deixando intervalos de 2 cm entre elas. Tome muito cuidado para não danificar as raízes. O ideal é escolher diferentes espécies e formatos. Assim, sempre plante as menores primeiro.
  4. Depois de finalizado, veja se algum cantinho precisa de mais terra e adicione com cuidado. Você também pode finalizar colocando outros elementos ou mais pedriscos sobre a terra.

 

 

Com relação à manutenção, é tão fácil quanto à montagem: basta regar apenas duas vezes por semana, pois as suculentas são plantas que pedem pouca água. Você também pode investir em outras espécies e ornamentá-las com objetos e itens que quiser.

 

Mais ousadia: almofadas em nó para chamar a atenção

Volumes, formatos, texturas: 2018 irá além do óbvio. Ainda seguindo a linha de decoração escandinava, que preza pela simplicidade, alegria e conforto, a tendência no próximo ano é se apropriar de poucos objetos decorativos, porém exóticos e atraentes. Artigos artesanais, que sabem valorizar a imperfeição, com formas inesperadas são capazes de dar up em qualquer ambiente e repaginar por completo, sem grandes alterações.

 

Presentes em diferentes objetos, os nós em tecido aparecem como opções inovadoras para realçar a decoração. As queridinhas almofadas já estão entre os objetos mais queridos para ornamentar principalmente salas de estar e quartos. E sim, são muito simples de fazer! Você só precisa dos seguintes materiais: pedaços de tecido de sua preferência ou meias-calças sem uso, régua, linha de costura e agulha (ou máquina de costura, se tiver), enchimento de qualquer tipo, tesoura e um tubo de papel reciclável. Tudo pronto? Agora, acompanhe o tutorial.

 

Faça você mesmo

 

 

  1. Corte duas tiras largas de tecido, do tamanho de sua preferência. Forme uma manga de tecido, dobrando pela metade e fazendo uma marcação para costurar a lateral. Caso você opte por fazer com sobras de meia-calças sem uso, basta apenas cortar as pernas.
  2. Costure as laterais com linha e agulha (ou máquina de costura, se tiver), deixando um bom espaçamento no centro. Costure também um dos lados, deixando apenas uma entrada para o tecido.
  3. Coloque o tecido ou a meia-calça dentro do tubo de papel reciclável. Pela extremidade, adicione o enchimento com auxílio da régua.
  4. Por fim, costure a outra extremidade do tecido, formando algumas “cobrinhas” de tecido.

 

Agora, chegou a hora de exercitar o cérebro. Parece complicado, mas é muito simples, basta seguir o passo-a-passo a seguir.

 

 

Comece com apenas uma das “cobrinhas” de tecido e amarre o nó conforme a ilustração acima. Uma vez amarrada, adicione a segunda “cobrinha”, colocando-a em paralelo à primeira. Depois, ajuste os tecidos para que formem um nó mais apertado e escondam as extremidades.

 

 

Formas geométricas: mural de fotos em prol da modernidade

Os geométricos continuam em alta em 2018, mas é preciso ter atenção: enquanto nos anos anteriores a moda era enfatizar as formas geométricas de uma forma mais marcada, a partir do próximo ano elas podem permanecer, mas de maneira mais sutil. A delicadeza dos revestimentos, as linhas mais finas e a presença das formas em pequenos e médios objetos são a grande pedida.

 

Uma ótima maneira de destacar cômodos mais frios é criar cenários modernos, de preferência em paredes de cores neutras. O mural de fotos geométrico pode dar mais vida a qualquer ambiente do seu lar, principalmente corredores e halls de passagem. Fotos na decoração sempre são tendência, então por que não unir o útil ao agradável? Você só precisa dos seguintes materiais: lápis e papel, corda/barbante/arame, martelo, pregos de aço, prendedores de papel e fita métrica. Tudo pronto? Agora, acompanhe o tutorial.

 

Faça você mesmo

1. Comece fazendo um desenho geométrico em uma folha de papel, será o esboço do seu mural. Trabalhe sempre com linhas retas. Faça um ponto onde cada uma das linhas se cruzam. Deixe sua imaginação rolar.
 

 

2. Com uma fita métrica, meça o espaço onde seu mural ficará e faça a proporção métrica com todas as medidas. Quanto mais atenção aos tamanhos, mais parecido com o seu desenho o mural será.
3. Em seguida, marque na parede, todos os pontos dos pregos e martele-os.
4. Com o material que você escolheu (barbante, corda ou arame), transpasse as linhas em volta dos pregos. No final, é só fazer um nó bem firme.

 

 

5. Por fim, é só prender as fotos com os prendedores de papel. Prontinho! 🙂

 

 

Elementos naturais: cabideiro com madeira reaproveitada

Como já falamos, elementos naturais serão uma supertendência em 2018. É claro que a madeira está inclusa nessa lista. Aliás, a mistura de elementos também está em alta. Unir madeiras, metais, cerâmicas e porcelanas, por exemplo, é uma excelente maneira de decorar, já que a imperfeição dos elementos, e a diminuição do rigor na hora de ornamentar, estão com tudo.

 

Uma excelente forma de reaproveitar materiais e aproveitar elementos da natureza é criar cabideiros de madeira e galhos de árvores. Sabe aqueles galhinhos que, volta e meia, aparecem pelo caminho. Chegou a hora de juntá-los para criar itens exclusivos e personalizados e que podem fazer toda a diferença na decoração, além de serem muito úteis para pendurar chapéus, lenços e casacos. Você só precisa dos seguintes materiais: pedaços de madeira ou nicho de madeira pronto, galhos de árvore diversos, cola para madeira, pregos e martelos e serrinha para madeira. Tudo pronto? Agora, acompanhe o tutorial.

 

Faça você mesmo

 

 

  1. Comece cortando os galhos de árvore em tamanhos iguais, que caibam exatamente dentro do nicho de madeira. Lixe as pontas, caso seja necessário, para dar bom acabamento.
  2. Caso tenha um nicho ou moldura mais grossa já pronto, ótimo. Se não, você pode unir quatro pedaços com pregos em formato quadrado ou retangular.
  3. Passe cola para madeira nas bases dos galhos e encaixe-os dentro do nicho. Cuide para que fiquem apertados e posicionados. Se achar necessário, você pode prendê-los com pregos, de fora para dentro. Coloque-os de forma aleatória, tentando preencher o máximo possível.

Tudo pronto, agora, basta fixar seu cabideiro de madeira na parede. Combina muito com o hall de entrada de seu lar!

 

 

Preparado para começar 2018 redecorando os lugares que você mais gosta? É bem mais tranquilo e prático do que você imaginava. Compartilhe esse conteúdo com seus amigos e inspire mais pessoas ao seu redor!

NENHUM COMENTÁRIO

ENVIAR UM COMENTÁRIO