Slow Down Fashion: conheça a plataforma colaborativa de moda consciente

Slow Down Fashion: a plataforma colaborativa de moda consciente

Você já se perguntou de onde veio a peça de roupa que você está vestindo? Quais materiais foram utilizados para fazê-la? Como ela foi feita? E a que custo?

 

O consumo desenfreado faz com que sejam produzidas milhões de peças de roupas para que toda a demanda seja suprida. Este processo, no entanto, é feito com materiais mais em conta para baratear o custo e produzir em larga escala. Isso pode impactar na qualidade do produto final.

 

Lembra daquela camiseta que você comprou e ficou desbotada após lavar algumas vezes? Tem vezes que perde a cor já na primeira lavada, não é mesmo?

 

Não é mera coincidência, afinal este produto provavelmente foi confeccionado com materiais inferiores cujo tempo de vida é mais curto.

 

E lembra daquela roupa que ficou velha? Agora está no fundo da gaveta, pois você tem uma peça mais bonita e super na moda para usar.

 

Em contrapartida, existe um movimento de pessoas e empresas que estão preocupadas em produzir a moda de forma mais consciente, oferecendo produtos mais duráveis e que não afetem o meio ambiente.

 

Trata-se do Slow Fashion. Já existe uma plataforma no Brasil que reúne marcas que estão alinhadas com este movimento, a Slow Down Fashion. Mas, antes, é legal que você compreenda como funciona este movimento.

 

clothes-1839935_1920

 

Moda consciente

Essas empresas que sempre buscam uma produção em massa trabalham com o conceito de Fastfashion (moda rápida), no qual os produtos são fabricados, consumidos e descartados. A origem desses produtos nem sempre são conhecidas, pois para conseguir esse valor mais baixo, as empresas estabelecem suas fábricas em países com mão de obra mais barata como a China ou Bangladesh.

 

Como diz o clichê: a moda é passageira!

O que é tendência hoje pode não ser mais amanhã. No entanto, não somos nós que definimos o que é fora de moda ou inadequado, mas sim a grande mídia. O consumo é desenfreado e cada vez mais veloz. Por isso, é necessário pensar em um novo modelo de consumo que vise fugir deste processo de produção dominante e defasado. Demorou, não é mesmo?

 

Peças atemporais

O movimento de Slow Fashion (moda lenta) visa criar peças que unam tendências e que, ao mesmo tempo, enquadrem a personalidade de seu público-alvo. São roupas que não vão sair de moda tão rápido (atemporais), que têm uma maior durabilidade, causam menos danos ao meio ambiente.

 

slowfashion

 

Além disso, é um movimento que preza por materiais, recursos e mão de obra local, auxiliando no desenvolvimento de pequenos negócios e profissionais da região, além de fazer a economia regional circular e, a longo prazo, prosperar.

 

“Mas se minha roupa Slow Fashion rasgar?” Não se preocupe!

 

Normalmente as marcas Slow Fashion prezam por este movimento e pelo relacionamento com seus clientes, por isso oferecem serviços de reparações das peças fazendo com que elas durem ainda mais.

 

Slow Down Fashion

Se você chegou até aqui e ficou curioso para saber mais sobre essas marcas de Slow Fashion e não sabe onde encontrá-las, a melhor forma é acessar a plataforma Slow Down Fashion , um guia colaborativo com as marcas e projetos locais que estão alinhadas aos valores do movimento.

 

Lá é possível encontrar as cidades que já contam com marcas Slow Fashion, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre e outras cidades do Brasil.

Você também pode gostar disso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *