A importância de uma cultura de inovação nas empresas

A importância de uma cultura de inovação nas empresas

A importância de uma cultura de inovação nas empresas

Todos sabemos hoje que o mundo não para de mudar e muda muito, muito rápido. Estas rápidas mudanças impactam diretamente na dinâmica do mundo dos negócios e no mercado. Novos desafios surgem, novos concorrentes, novas demandas, e por isso a necessidade de utilizar a inovação como uma ferramenta para superar as rápidas mudanças que acontecem hoje.

 

Inovar não é preciso: é fundamental!

Muito mais do que inovar, a principal preocupação deve ser, de fato, criar uma cultura voltada para a inovação. Porém, cuidado: inovar não quer dizer criar um monte de novas ideias todos os dias. Inovar é implementar uma cultura que provoque um movimento contínuo, uma nova forma de pensar o negócio.

 

Muito além de acompanhar o mercado, qual seria a real importância de uma cultura de inovação nas empresas então?

 

 

A primeira resposta é muito simples e óbvia. Porque neste exato momento em que você está aqui lendo este texto, um dos seus concorrentes ou uma nova startup pode estar criando estratégias inovadoras para conquistar seus clientes.

 

Inovar por inovar não existe!

A importância principal de criar uma cultura de inovação é, sem dúvida, a vantagem competitiva que ela traz para a empresa. O pensamento inovador de toda a equipe vai provocar a forma de desenvolver produtos e serviços, adequando às atuais necessidades dos clientes e inspirando melhorias sempre!

 

Uma cultura de inovação também proporciona a exploração de novos mercados e a implementação de novos modelos gerenciais. Uma empresa que é inovadora, é de fato uma empresa interessante aos olhos do mercado e dos consumidores.

 

 

Muito além de trazer benefícios, a cultura de inovação evita alguns problemas muito comuns. Por exemplo:

 

  • Pensar demais e não partir para a ação logo. Ter agilidade na tomada de decisões é fundamental e se for para errar, erre logo, se levante e faça de novo;
  • Evitar conflitos o tempo todo não é algo positivo, pois são nos conflitos que novidades e inovações surgem. Conflito é natural em um ambiente inovador em que se precisa tomar decisões importantes com frequência;
  • Ficar na zona de conforto. Criar uma rotina repetitiva não está, definitivamente, dentro de uma cultura inovadora.

 

Inovar antes que a companhia fique ultrapassada

Ter uma boa estratégia de marketing não basta para acompanhar as vontades e necessidades do consumidor. A cultura de inovação é altamente necessária para encontrar as estratégias corretas e não “morrer” antes do tempo.

 

As empresas que têm uma cultura de inovação são geralmente mais estáveis, porque encaram desafios do dia a dia com um olhar mais direcionado às soluções e não aos problemas.

 

 

Para promover uma cultura de inovação nas empresas é preciso de tempo

Difícil conseguir um tempo na agenda para provocar a inovação quando a agenda de todos está sempre cheia de “incêndios para apagar”.

 

Empresas como o Google e a 3M permitem que seus colaboradores utilizem 10% do seu tempo de trabalho para experimentarem novas ideias.

 

É preciso intervir e deixar fluir, para que assim a incerteza seja navegada e o processo criativo aconteça através de estrutura e suporte necessários.

POST TAGS:
NENHUM COMENTÁRIO

ENVIAR UM COMENTÁRIO