Conheça as 5 cidades mais inovadoras do planeta

Como a cocriação está transformando o futuro das cidades

Já dizia a escritora e ativista urbana Jane Jacobs. As cidades só têm a capacidade de oferecer algo para todos, quando algo é criado por todos. Isso é verdade! Projetos de cocriação urbana aproveitam o conhecimento dos cidadãos para a criação de cidades mais inteligentes, seguras e resilientes.

 

Em vez de uma visão tradicional do planejamento urbano, os projetos de cocriação possibilitam que todos participem no processo de construção das cidades. A visão colaborativa cria um maior sentido aos resultados, descobrindo de forma mais eficiente as questões urbanas que muitas vezes uma visão tradicional pode não compreender ou até mesmo ignorar.

 

cocriacao-urbana-1

 

Empresas do setor privado já estão adotando uma abordagem semelhante à cocriação para o design de produto. Estão aproveitando o conhecimento coletivo para personalizar seus produtos e oferecê-los de maneira mais próxima às necessidades dos seus consumidores.

 

Organizações como a CitizenLab, que oferece uma plataforma de engajamento social e permite que os cidadãos tenham um espaço digital para ganhar voz e se comunicarem com os seus governantes, já estão se tornando uma realidade para as cidades. Fazem com que técnicas cocriativas sejam aplicadas para o planejamento urbano coletivo.

 

A cocriação está desempenhando um papel fundamental no desenvolvimento de cidades inteligentes. Tornam os cidadãos cada vez mais engajados e dispostos a colaborar para um melhor planejamento urbano, como o futuro de melhorias para o transporte e serviço público das suas cidades.

 

Além disso, as empresas socialmente responsáveis já estão desenvolvendo ligações mais profundas com os seus cidadãos. Um exemplo disso são as próprias plataformas sociais de crowdfunding como a neighbourly.com, que permite conectar pessoas e empresas e a colaborarem mutuamente em projetos comunitários.

 

Todos os projetos de cocriação bem sucedidos têm uma coisa em comum: o comprometimento. Por isso, é fundamental que tanto empresas do setor privado quando os órgãos públicos tenham o compromisso de envolver as pessoas no processo de tomada de decisão, seja para oferecerem melhores produtos ou desenvolverem cidades mais inteligentes.

 

cocriacao-urbana-2

 

Mesmo que a cocriação urbana ainda seja uma prática emergente nas cidades, já existem alguns grandes exemplos que estão trazendo impactos positivos e transformando o futuro de muitas cidades:

 

The Connectors Society

O The Connectors Society é um laboratório criativo com sede na Suécia. Revitalizou o bairro de Persborg, na cidade de Malmö, que possuía altos níveis de desemprego e criminalidade. O laboratório passou meses tentando entender as necessidades de diferentes pessoas, organizando workshops e eventos locais. Mais de um quarto dos moradores do bairro que participaram do processo de cocriação encontraram com sucesso soluções para melhorar a região.

 

MiMedellín

O MiMedellín é uma plataforma de crowdsourcing criada para a cidade colombiana de Medellín. Permite que os cidadãos compartilhem as suas ideias e soluções para os problemas urbanos.

 

cocriacao-urbana-3

Medellín – Colômbia

 

Betri Reykjavik

O Betri Reykjavik é uma plataforma semelhante à anterior. Já foi utilizada por mais de 60% dos cidadãos que vivem na Islândia. Mais de 200 projetos baseados em ideias sugeridas pela comunidade receberam investimentos do governo.

 

Otakaro Orchard

O Otakaro Orchard é o primeiro food park urbano de Christchurch, na Nova Zelândia. Faz parte do plano de recuperação do terremoto que ocorreu na cidade. Inicialmente, o local era apenas em um parque da comunidade, mas após a colaboração dos moradores da região, o lugar se transformou em um novo espaço público e em uma rede de alimentação comunitária.

 

Como podemos ver nestes projetos de cocriação urbanadesenvolvidos por cidades do mundo todo, estamos cada vez mais próximos de uma nova era para o planejamento urbano, utilizando um dos recursos mais valiosos para o futuro de uma cidade: o conhecimento e a participação coletiva das pessoas que nela vivem.

 

Fonte: Virgin – How co-creation is shaping the future of cities

Você também pode gostar disso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *