8 coisas para fazer na nova orla do Guaíba

poa-nova-orla-luis-adriano-madruga-divulgacao-pmpa

8 coisas para fazer na nova orla do Guaíba

Quem acompanha nosso blog sabe o quanto insistimos na necessidade de humanizar as cidades com espaços públicos bem cuidados e ocupados. Com a liberação do primeiro trecho da nova orla do Guaíba, de 1,3 km (entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias), Porto Alegre deu um grande passo nessa direção.

 

O local, batizado como Parque Moacyr Scliar, foi aberto ao público oficialmente no dia 29 de junho de 2018, após um longo período com tapumes e cercas afastando a comunidade do seu querido Guaíba.

 

A cada fim de semana, o parque reúne multidões de todas as idades e estratos sociais. Afinal, no sábado e domingo, a Avenida Edvaldo Pereira Paiva é bloqueada ao trânsito de veículos, ampliando o espaço de lazer.

 

Ainda não foi conferir como ficou a nova orla? Aproveite a primeira oportunidade que tiver e visite a atração. O que não faltam são opções de atividades ao ar livre para curtir o Guaíba. A seguir, apresentamos algumas ideias.

poa-orla-maria-ana-krack-pmpa

Primeiro trecho revitalizado da orla do Guaíba foi aberto ao público. Foto: Ana Krack/Divulgação PMPA

8 maneiras de curtir o Parque Moacyr Scliar

1. Tomar um bom mate

Há poucas coisas que o gaúcho gosta mais do que tomar um bom chimarrão. O hábito é ainda mais agradável quando feito ao ar livre, na companhia de pessoas queridas e com uma bonita paisagem a ser admirada. Então prepare a cuia, encha a térmica e aproveite a nova orla.

2. Caminhar

Tão simples quanto gratificante, uma caminhada despretensiosa tem poderes incríveis. Está estressado? Percorra a pé, ida e volta, o trecho revitalizado da orla. Colocando-se em movimento e contemplando as águas do Guaíba, é impossível não se sentir melhor. Apressando o passo, você ainda consegue queimar um bom número de calorias.

3. Apreciar o pôr do sol

O pôr do sol no Guaíba é realmente o melhor do mundo? Tanto faz, o que importa é que ele está no coração dos porto-alegrenses. Passeie pelo parque e aguarde o cair da tarde. Pode tirar selfies à vontade, mas a dica aqui é não deixar o momento especial passar sem ter apreciado com os próprios olhos em vez de assisti-lo pela tela do celular.

nova-orla-por-do-sol-brayan-martins-pmpa

Aprecie um lindo pôr do sol na nova orla. Foto: Brayan Martins/Divulgação PMPA

4. Andar de bicicleta

Uma das principais atrações da nova orla é a sua ciclovia. Nada como pedalar ao lado do principal cartão postal de Porto Alegre. O legal é que, além dos postes com iluminação LED, o próprio piso — da ciclovia e do passeio para pedestres — é iluminado com fibra ótica, tornando possível pedalar também à noite.

 

Quem não tem uma “magrela” pode aproveitar o sistema do Bike POA. Há estações no começo da Rua dos Andradas (ao lado do Museu do Trabalho, próximo ao Gasômetro); na rótula que liga as avenidas Presidente João Goulart, Loureiro da Silva e Edvaldo Pereira Paiva; e em frente ao Ministério Público Estadual (na Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, próximo à Rótula das Cuias).

poa-ciclovia-maria-ana-krack-pmpa

Aproveite a cicloria para pedalar com vista para o Guaíba. Foto: Ana Krack/Divulgação PMPA

5. Praticar esportes

Caminhar e andar de bicicleta, atividades que já mencionamos, podem ser considerados esportes, quando feitas com alguma intensidade. Mas outras práticas esportivas também têm na nova orla um ótimo lugar para sua prática: andar de skate e patins na ciclovia ou correr nos passeios, por exemplo.

 

O parque ainda conta com aparelhos de ginástica e quatro quadras: duas para futebol, com piso de concreto, e duas para vôlei, com areia. Reúna seus amigos, junte dois times e aproveite a nova estrutura.

6. Ler um bom livro

A proximidade com as águas acalma e é um ótimo cenário para quem gosta de ler. Ao longo do parque, há decks de madeira com bancos estilosos de frente para o Guaíba. Em finais de semana, a disputa por eles é acirrada, e a grande quantidade de pessoas pode dificultar a concentração do leitor.

 

Então a dica é tentar, se possível, visitar a nova orla em um dia de semana, mais sossegado. Que tal aproveitar e ler alguma obra de Moacyr Scliar, o imortal que deu nome ao local? Recomendamos O Centauro no Jardim e O exército de um homem só.

7. Brincar com os filhos

Quem tem filhos sabe o quanto de energia que uma criança tem. Que tal gastá-la brincando na nova orla? Além de andar de bicicleta e correr pela grama, os pequenos podem brincar no playground com balanço, gangorra, escorregador e outros brinquedos. Fique de olho: no fim de semana, com tanta gente circulando por lá, cuidado para não perder a criança de vista.

8. Contemplar obras de arte

O trecho revitalizado abriga três monumentos feitos para a Bienal do Mercosul de 2005, que apresentam um olhar dos artistas para o Guaíba:

 

  • Olhos Atentos, de José Resende, tem funcionado como um mirante;
  • Cascata, de Carmela Gross, uma escada de concreto desenvolvida para criar um efeito de cascata quando chove, levando as águas ao Guaíba;
  • Paisagem, de Mauro Fuke, composto por 648 degraus em diferentes níveis, cobertos por granito rosa, refletindo a luz do entardecer;
  • Espelho Rápido, de Waltercio Caldas, que remete ao espelho d’água do Guaíba, com suas rochas e laje de granito branco.

 

Para saber mais sobre os monumentos, confira esta reportagem do Jornal do Comércio.

Em breve: bares e restaurantes

Até o fim de setembro de 2018, a nova orla deve ganhar uma nova atração: um restaurante panorâmico construído sobre o Guaíba, próximo à Usina do Gasômetro. Essa é a previsão do permissionário, que planeja investir R$ 400 mil no local. O restaurante terá cardápio para almoço, happy hour e jantar.

 

Também foram lançados editais para a administração de quatro espaços para bares ao longo do trecho da nova orla. Um deles — o mais próximo do restaurante — também deve abrir em setembro. Outros dois estão com tudo pronto para a assinatura do contrato, e o último deve passar por um novo processo de licitação.

 

O projeto do Parque Moacyr Scliar ainda prevê a atuação de 19 ambulantes. O processo de regulamentação para essas atividades, porém, ainda está sendo analisado pela prefeitura. Nos finais de semana, enquanto o restaurante e os bares não abrirem, os visitantes podem aproveitar os foodtrucks espalhados ao longo da Avenida Edvaldo Pereira Paiva.

Mais novidades no Guaíba

Além do Parque Moacyr Scliar, outras obras que devem acontecer nos próximos anos vão continuar melhorando a relação dos porto-alegrenses com o Guaíba. Veja quais os status dos projetos:

 

  • Cais Mauá: a restauração dos armazéns, construção de centro de eventos, torre comercial, hotel e shopping a céu aberto tem previsão de entrega para 2024.
  • Usina do Gasômetro: a intenção da prefeitura é licitar as obras antes do fim de 2018, para realizar a reforma em 2019 e entregá-la em 2020.
  • Trecho 2 da orla: o projeto, que contempla a área que vai da Rótula das Cuias até o Arroio Dilúvio, ainda está em fase de captação de recursos. A intenção da prefeitura é licitar até o fim de 2019.
  • Trecho 3 da orla: para revitalizar o trecho entre o Arroio Dilúvio e o Parque Gigante, a situação é a mesma do trecho 2.

 

Para saber mais, acesse o infográfico publicado no dia 10 de agosto no GaúchaZH.

Dicas extras

Para finalizar, depois de tanto falar sobre as atrações da nova orla e novidades vindouras, temos algumas dicas para que a experiência seja positiva para você e para as demais pessoas que circulam no local:

 

  1. Proteja-se: quando está mais fresquinho, ou naqueles dias traiçoeiros em que a temperatura despenca quando o sol se põe, não economize no agasalho. A dica aqui é levar um casaco corta-vento e um cachecol para proteger o pescoço, pois venta muito às margens do Guaíba.
  2. Respeite o espaço do outro: se você está de bicicleta, patins ou skate, use a ciclovia. Se está a pé, cuide para não atrapalhar o espaço dos ciclistas. A faixa destinada às bikes está pintada com um vermelho bem chamativo, é fácil de notar.
  3. Recolha o lixo: foram instaladas lixeiras ao longo do parque. Mas se você não estiver enxergando nenhuma próxima a você, não jogue o lixo fora — lembre-se que ele pode acabar parando nas águas do Guaíba. Fique com ele até achar uma cesta, ou então guarde em uma sacolinha.

 

O que você achou das novidades? Tem alguma sugestão do que poderia tornar a orla do Guaíba um espaço público ainda melhor? Deixe seu comentário abaixo.

1 COMMENT
  • Ci
    agosto 19, 2018

    Estive hoje lá e senti muita falta de um ponto de táxi no local. Nem o guarda da EPTC sabia me indicar onde achar um Taxi e não estava passando nenhum pela rua. Demorei uns 20 min até um aparecer.

ENVIAR UM COMENTÁRIO